Postagens

Mostrando postagens de 2012

Vila Seca 1912 - 2012

Imagem
VILA SECA - CAXIAS DO SUL - RS

Vila Seca  comemora seu centenário esse ano.

Aconteceram várias comemorações em homenagem aos 100 anos. Cavalgadas, Festa do Divino, inauguração da Praça, Sábado de Bodo (distribuição de comida aos necessitados), Festa do Pinhão e no dia 05 de agosto a comemoração dos 100 anos da Capela. 
/ Festa dos 100 anos da igreja, foi no domingo dia 05/08/12 com missa e almoço! 
Vila Seca pertencia a Santo Antonio da Patrulha. Eram 3 grandes fazendas no final do século XIX, Fazenda São Marcos, Fazenda Souza e Fazenda Ilhéus.
Patricio Soares foi a agrimensor dessas terras, teve 21 filhos e deixou-lhes mais de mil hectares de terra. Nessas paragens havia uma bodega e um pequeno hotel para tropeiros. Por volta de 1912 foi fundada a vila. Alguns queriam construir a capela onde ficou sendo o Veraneio Ideal e outros na esplanada.
Patricio ofereceu terreno na esplanada. Seu Niquinho Soares preferia a encosta e prometeu terreno para construir a capela, visto que na encosta h…

Ibiúna - SP

Imagem
Ibiúna é um dos municípios de São Paulo da região sudeste do Estado.
 Está localizado nas encostas da serra do Paranapiacaba tendo sua topografia acidentada e montanhosa.
 Esse município é considerado "estância turística" pela lei estadual. Isto garante uma verba maior para fomentar o turismo regional e também, segundo a lei, pode agregar ao seu nome o título de "estância turística".
 Em 2010 sua população era de 71.217 habitantes.
 Surgiu a partir de uma fazenda que tinha como ponto central uma capela onde hoje se encontra a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores.
Seu nome vem da língua tupi: “Terra Preta”. Dia 24 de março os ibiunenses comemoram o aniversário do Município.

 Curiosidade: Em outubro de 1968 Ibiúna foi sede do 30º Congresso da UNE, onde foram presas as principais lideranças do movimento junto com mais de 700 pessoas.

http://www.ibiuna.sp.gov.br/turismo/
Igreja N.Sra das Dores





Detalhe da pintura da igreja



Altar da igreja

 Pintura reproduzindo a I…

Painéis Epopeia Imigrante

Imagem
Ana Rech - Caxias do Sul - RS


Os painéis finalmente chegaram. Esperava-se a inauguração para 2010, mas só aconteceu nesta segunda feira, 23 de abril de 2012. São 15 painéis de 1,70 m por 2,80 m, em alto e baixo-relevo materializados pelos artistas Jesiel Bellini e André Gnatta, mas idealizados pelo padre João Leonir Dall’Alba, falecido em 2006. A obra teve a  iniciativa da comunidade, através da Associação Amigos de Ana Rech e com  financiamento da Lei Rouanet. Agora a Rua Pe. Leonardo Murialdo está coberta para que os 15 painéis fiquem protegidos. Os 15 painéis contam a história da imigração italiana na região. É um novo ponto turístico para nossa região. 

Vista da rua coberta 



Vista da rua coberta

 A Partida  A Chegada O Filó Construindo a Vila Ana Rech

Vila Céu do Mapiá - AM

Imagem
No município de Pauini, Amazonas, as margens do Igarapé Mapiá, está localizada a Vila Céu do Mapiá. Fundada em 1983 por Sebastião Mota de Melo. A vila está localizada dentro-_a Reserva Nacional do Inauiní-Pauiní. O Decreto 
N° 96.190, de 21 de junho de 1988 aprovou a comunidade, criando a floresta Nacional Purus numa área de 256.000 ha.


História do Padrinho Sebastião
Sebastião Mota de Melo.procurou  Mestre Irineu para curar seu fígado através da bebida santo daime. Com a morte de Mestre Irineu em 1971, o amazonense Sebastião Mota de Melo torna-se líder espiritual na Colonia 5000, curando e atraindo pessoas do mundo todo no uso ritualístico da bebida santo daime.
óleo sobre tela-V.Medeiros
Em 1980 Sebastião recebe a missão de expandir a doutrina a partir da criação de uma comunidade no meio da floresta. Parte do povo foi convencido a segui-lo para o seringal Rio do Ouro (Boca do Acre) nas terras oferecidas pelo Incra, foram dois anos, as terras tinham dono! Em 1983 nova epopéia. Os 34 des…

Boca do Acre - AM

Imagem
BR 317 . Viagem longa, estrada sem asfalto nas áreas das reservas indígenas, estrada em péssimas condições, barrenta e lisa. Mas havia trechos com asfalto, o que nos poupava um pouco. Paisagem triste, pasto e gado e de vez em quando uma árvore altíssima, resquício de uma floresta exterminada. De vez em quando uma palafita ou casebre, um cachorro na estrada, um caminhão atolado na lama...


Vista da estrada para Boca, vestígios da floresta tombada

A chegada em Boca do Acre é um alívio. Boca do Acre, no encontro dos Rios Acre e Purus é município do Amazonas. Possui em torno de 30.000 habitantes.A prefeitura está nas mãos de  Maria das Dores Munhoz.  Sua história começa com o navio Anajás que aportou em 3 de fevereiro de 1878, da Cia de Navegação do Rio Amazonas, com o rico comendador João Gabriel de Carvalho e Melo  chefiando a expedição trazendo junto cerca de 60 homens. Essa região era habitada por índios. Em 1902 foi criado o distrito de Boca do Acre, que recebeu a categoria de vila em 19…